Nervosismo

O nosso ministro da Fazenda marca posição, encenando uma espécie de No pasarán! cambial, dizendo que “não vai permitir déficit externo.” Mas as medidas anunciadas por ele não são proporcionais ao desafio de segurar a valorização do real. O dólar, afinal de contas, está virando pó frente ao euro, ao yen e a outras moedas, e mudanças marginais na tributação de capitais não vão segurar essa avalanche.

No noticiário de hoje, a iminência do colapso do fundo Carlyle Capital praticamente garante mais um dia nervoso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: