Modelo sueco

O economista David Rosenberg, do Merrill Lynch, e o jornalista e blogueiro Justin Fox, da revista Time, sugerem que devemos olhar para a Suécia dos anos 90 como exemplo de resolução de crise bancária. O problema, escreve Paul Krugman, é o custo fiscal. No caso da Suécia esse custo foi de 6% do PIB, equivalente a US$ 850 bilhões para os EUA hoje. E o próprio Fox nos lembra que de 1990 a 1993 o PIB da Suécia encolheu 5%. Não é o equivalente à Grande Depressão, mas é um remédio amargo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: