E surge a tese de doutorado

A tese de doutorado de Alan Greenspan — apresentada a uma banca da New York University em 1977 — tem sido assunto para inúmeros boatos desde 1987, quando a única cópia pública do documento sumiu da biblioteca da NYU, atendendo a pedidos do autor. A reavaliação da sua gestão do Fed sob a luz (e o calor) do estouro da bolha imobiliária trouxe o assunto de volta aos jornais.

A tese finalmente reapareceu, chegando às mãos de Jim McTague, do Barron’s, através de um dos professores que fizeram parte daquela banca, Paul Wachtel. A tese é de fato uma coleção de artigos previamente publicados, mas Wachtel — claramente preocupado em defender a reputação da NYU — diz que não há nada de errado nisso.

Anúncios

Uma resposta to “E surge a tese de doutorado”

  1. raq Says:

    finalmente um assunto que eu posso dar pitaco…
    não sei nesta área, mas hoje em dia, em algumas áreas da engenharia, muitas universidades exigem que a tese seja feita a partir de artigos publicados, sendo o autor da tese o 1o autor dos artigos. então a tese tem uma introdução e os capítulos são os artigos publicados ou submetidos. isso porque no final das contas o que importa academicamente é o número de artigos publicados (em publicações com alto fator de impacto).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: