Comentário Semanal

Segunda-feira foi um dia difícil para a bolsa americana, que caiu -1,06%. O rebaixamento do rating da dívida de bancos de investimento como o Morgan Stanley e Merrill Lynch, por exemplo, levaram a fortes quedas nas ações do setor financeiro. Contribuiu também o anúncio da saída do CEO da Wachovia, outro banco americano, devido aos prejuízos com a crise no mercado de crédito. Diante de uma situação complicada nos mercados americanos, os investidores internacionais parecem cada vez mais atraídos pelos altos retornos oferecidos recentemente por investimentos no Brasil. Um sinal desse crescente interesse está no site do jornal britânico Financial Times, onde o especialista de moedas Marc Chandler, do banco Brown Brothers Harriman, responde as perguntas dos leitores sobre investimentos no Brasil depois do “upgrade”. O Ibovespa caiu hoje -0,96%.

A avaliação das agências de risco, que hoje reputam seguro investir aqui, ampliou o interesse de investidores em ativos brasileiros. Até recentemente o Brasil só despertava o apetite dos especialistas em mercados emergentes e dos apaixonados por risco, mas agora os investidores individuais, entre outros, estão farejando oportunidades por aqui. Como um leitor do Financial Times, que pergunta quais os caminhos para um pequeno investidor nos Estados Unidos que quer participar desses ganhos.

Os leitores do FT, no entanto, são bastante informados, a julgar pela qualidade das perguntas. Eles querem saber o que vai acontecer com o real, se o crescimento da nossa economia se sustentará, e, acima de tudo, o que vai acontecer com a inflação. Chandler acha que a inflação brasileira é baixa comparada com os índices de China, Rússia e Índia, mas nota a elevação das expectativas de inflação por aqui e aposta numa alta da taxa Selic de 0,5 ou 0,75 ponto percentual na próxima reunião do Copom, cuja decisão sai na próxima quarta-feira.

Falando de inflação o relatório Focus, publicado na segunda-feira, traz novo incremento nas expectativas dos índices, com o IPCA para 2008 passando de 4,73% para 4,79%. Com isso, crescem as apostas de aumento de 0,75 ponto percentual da Selic.

Veja aqui o acompanhamento de fundos distribuídos pela Benchmark.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: