Cúpula do petróleo se encerra sem resultados práticos

A julgar pelas notícias no New York Times, Wall Street Journal e Financial Times, o encontro de cúpula dos produtores e consumidores de petróleo, ocorrido na Arábia Saudita no domingo, terminou sem nenhum resultado prático. Alguns comentaristas acreditam que o mero surgimento de um consenso de que os preços do petróleo estão muito altos já é grande avanço, mas ficou claro também que não há acordo em torno das causas dos preços altos, com os sauditas jogando a culpa nos especuladores dos mercados de commodities.

Os sauditas tradicionalmente cumprem o papel de reguladores de oferta no mercado internacional, mantendo sempre alguma capacidade ociosa para suprir picos de demanda, buscando assim evitar movimentos violentos de preço. Eles querem, com isso, impedir o surgimento de alternativas ao ouro negro. Mas a tarefa está se tornando mais difícil, e os sauditas não querem correr o risco de ficar sem margem de manobra. Por isso mesmo anunciaram um programa de investimento para elevar sua capacidade de produção para até 15 milhões de barris diários, contra um volume atual de aproximadamente 9,7 milhões. Mas não é certo que esse objetivo será atingido, e a redução da produção em países como a Nigéria, México e Noruega significa que o mercado continuará bastante apertado. Segundo o FT, traders já falam em US$ 150 por barril no verão do hemisfério norte.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: