Comentário semanal

A inflação está de volta, e a atuação dos bancos centrais também volta a ser assunto de discussão. Nos Estados Unidos o economista Frederic Mishkin, freqüente colaborador do presidente do Federal Reserve Ben Bernanke quando os dois eram apenas economistas acadêmicos, está deixando o cargo de “governor” (diretor) do Fed. Ele resolveu aproveitar a ocasião para revelar o que pensa sobre política monetária (reportado pelo Bloomberg e pelo Wall St Journal).

Mishkin acredita que os EUA precisam de um regime de metas de inflação, ao invés do sistema atual onde o Fed tem o duplo mandato de buscar ao mesmo tempo estabilidade de preços e pleno emprego. Ele acredita que uma âncora nominal – ou seja, uma meta específica de inflação – pode ajudar a promover a estabilidade financeira, firmando as expectativas inflacionárias dos agentes econômicos.

O economista defende ainda que a meta de inflação seja expressa em termos do que ele chama de “headline inflation”, ou seja, do índice cheio, e não de índices expurgados de custos de energia ou de alimentos. Esses itens são naturalmente voláteis, mas suas oscilações não podem ser ignoradas já que afetam o bolso do consumidor.

Por aqui já temos o sistema de meta de inflação, que usa como referência o índice IPCA publicado pelo IBGE, mas considera também uma banda de + ou – 2pp, como margem de erro. E por falar em inflação, pela décima primeira semana seguida sobe a projeção do IPCA para o ano de 2008 publicada pelo Relatório Focus. Foi de olho na pressão dos preços que o Comitê de Política Monetária do Banco Central do Brasil elevou a taxa Selic em três quartos de ponto na semana passada, para 13% a.a.. Essa postura agressiva parece indicar que a disposição do Copom de acomodar inflação “importada” tem limites.

Com esse cenário ruim aliado à preocupação com o setor financeiro americano, as bolsas têm sofrido bastante este mês. Hoje a bolsa americana caiu, com o Dow Jones fechando com queda   -2,11%, e o S&P com baixa de -1,86%. A bolsa brasileira sofreu menos, fechando o dia com queda de -0,57%. Continuamos monitorando os movimentos do mercado buscando as oportunidades atrativas de compra, que costumam aparecer em períodos de turbulência.

Veja aqui o acompanhamento de fundos distribuídos pela Benchmark.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: