Comentário semanal

Hoje, segunda-feira, os mercados sofreram aqui no Brasil. O índice Ibovespa caiu -3,29% e o real se desvalorizou frente ao dólar, com a moeda americana subindo +0,31%, e fechando o dia a R$ 1,61/US$. Já o mercado americano andou na direção oposta, apresentando alta de +0,41%. A que se deve este movimento?

A bolsa americana tem subido devido à queda do petróleo e das commodities em geral, o que deve trazer alívio para as pressões inflacionárias e favorecer uma recuperação da economia dos EUA. Aqui no Brasil, no entanto, nosso índice é extremamente concentrado em ações de empresas produtoras de commodities, como Petrobras e Vale do Rio Doce, por exemplo. Quando os preços desses produtos caem, as ações dessas empresas têm perdas, levando aos movimentos que temos visto. O petróleo, por exemplo, que já esteve perto dos 150 dólares por barril, voltou ao patamar dos US$ 115, apesar da guerra entre Rússia e Geórgia. É o famoso descolamento dos mercados, que no passado recente ajudou a bolsa brasileira, quando os mercados americanos estavam em queda. Só que agora ele está no sentido contrário.

Estamos passando no momento por um realinhamento de preços em vários ativos. Assim como nas commodities, temos visto movimentos fortes também no mercado de câmbio. O dólar tem se valorizado frente à quase todas as moedas. É difícil dizer quanto tempo isso deve durar. Contudo acreditamos que os preços atuais refletem mais os fundamentos do que os picos alcançados no passado recente.

Veja aqui o acompanhamento de fundos distribuídos pela Benchmark.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: